Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2012

Adrenomegalia unilateral em uma cadela

O hiperadrenocorticismo é uma enfermidade que caracteriza-se por alopecia bilateral simétrica, pele adelgaçada (fina), poliúria e polidipsia, apatia, inapetência, fraqueza muscular, flacidez, perda de musculatura esquelética, abaulamento abdominal, deposição de cálcio na pele, comedões e outros. Todos os sintomas são consequência da quantidade exagerada de glicocorticóides circulantes, que podem ter sua origem endógena ou exógena. 
O aumento de cortisol sérico pode advir de tumor pituitário (que aumenta a secreção de ACTH), distúrbio hipotalâmico (que também aumenta a secreção de ACTH), neoplasias adrenais como carcinoma ou adenoma ou de iatrogenia por excessiva administração de ACTH e/ou glicocorticóides. 
Não parece existir predisposição particular quanto ao gênero, porém, quando o hiperadrenocorticismo tem sua origem nos tumores de adrenal, cadelas são definitivamente mais acometidas. Também nota-se uma tendência ao desenvolvimento dessa doença em cães de pequeno porte e nas raças…