Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2018

Doenças agudas x doenças crônicas

As doenças renais ou nefropatias podem ser classificadas grosseiramente entre agudas e crônicas. 
Para uma avaliação breve e enxuta, podemos dizer que as doenças agudas tendem a aumentar os órgãos e as crônicas a diminuí-los. Essa condição é muito clara nos rins. 
Isso acontece porque os acometimentos agudos tendem a causar aumento da vascularização no local acometido enquanto que as doenças de longa duração já fazem o contrário. 
Na ultrassonografia, tudo que é líquido produz menos eco e por isso torna-se hipoecóico e até anecóico (totalmente não produtor de eco). Logo, o sangue, a linfa, a urina, os transudatos e exsudatos, todos devem ser hipo ou anecóico. 
Se um órgão está mais hipoecóico do que o habitual ou do que seu par contralateral e aumentado de tamanho, devemos pensar mais provavelmente em um quadro de desenvolvimento agudo ou recente. Aqui se encaixam as nefropatias agudas, as hepatopatias igualmente agudas, os edemas subcutâneos e articulares, dentre outros. 
Se um órgão está…