terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Possíveis tricobezoares no estômago de dois felinos




Felinos de todos os portes usam a língua para fazer a higiene pessoal. É um método bastante eficaz de se manter asseado e, ao mesmo tempo, de manter o controle pacífico do grupo através da linguagem olfativa. Esse hábito, porém, tem a desvantagem de causar a ingestão acidental de diversos pêlos, que podem formar um aglomerado no trato gastrintestinal chamado tricobezoar. 

Essa massa de pêlos pode causar sinais como anorexia, êmese, inapetência e prostação (similares a um processo obstrutivo) ou pode passar incólubre e ser naturalmente expelida pelo paciente através do vômito. 
Gatos com acesso ao quintal ou a um terreno com gramíneas, facilmente encontrarão algum alimento de origem vegetal para ingerir e provocar o próprio vômito.

Essas imagens são de dois gatos que não apresentavam sintomas gástricos ou intestinais. Ambos eventualmente conseguiram livrar-se dessas bolas de pêlo naturalmente. Essas imagens são interessantes porque podemos observar a similariedade entre elas e visualizar uma situação que, de tão rotineira para o gato, dificilmente podemos vemos no ultrassom. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário