sábado, 31 de março de 2012

Piometra de coto uterino - algumas apresentações




As imagens acima foram obtidas em exames ultrassonográficos diferentes de algumas pacientes da espécie canina; elas representam algumas formas de apresentação da afecção infecciosa de coto uterino.

Note os tamanhos variados de coto, a quantidade e as ecogenicidade e ecotextura variadas. 

Esse é um quadro mais comumente observado em paciente da espécie canina e normalmente os sinais aparecem poucos dias após a ovariosalpingohisterectomia (OSH). A explicação para esse acometimento para estar na frouxidão do miometro previamente dilatado pela gravidez, piometra ou cio, combinada ao excesso de tecido uterino deixado pelo cirurgião. A existência prévia de piometra não é um fator totalmente predisponente à formação de piometra de coto uterino, porém pode ser um agravante.

49 comentários:

  1. Ola, o cirurgião apos uma cirurgia de piometra deixar o colo uterino e um dos ovarios é um procedimento correto ? Aguardo resposta . Obrigada

    ResponderExcluir
  2. Sr/Sra, a manutenção do colo uterino é normal e esperada em todas as OSH (castrações), já a manutenção dos ovários (um ou dois) pode muita vezes ser acidental, visto que o tecido ovariano é capaz de re-ocupar seu lugar caso tenha sobrado o mínimo de uma célula, levando a cadela ou gata a ter comportamento de cio. A ultrassonografia nem sempre é capaz de detectar esse tecido replicante, por isso, se sua animal de estimação ainda estiver apresentando comportamento de cio, recomendo que converse com o veterinário responsável por ele ou mesmo aquele que realizou a cirurgia sobre a possibilidade de dosagem hormonal para se determinar se o tecido ovariano voltou a se replicar. Normalmente ambos os ovários são removidos, mas o cirurgião pode optar por métodos particulares. Sugiro que converse com ele.

    ResponderExcluir
  3. Oi Fernanda!
    Estou começando a fazer ultrasson, e estou com uma dúvida.. esses dias fiz um exame de uma cadela que há 1 mes fez cirurgia de piometra, porém quando fiz o ultra notei que o coto uterino esta medindo em torno de 0,8cm. Fiquei em dúvida se esta aumentado pq foi feito a cirurgia há pouco tempo, ou se mando a cadela para cirurgia novamente, devido ao coto.
    Gostaria de salientar q a cadela esta apresentando picos de febre e o hemograma esta normal, porem a clinica esta fazendo tratamento com ATB.
    Muito obrigada, Abraço Cristiane

    ResponderExcluir
  4. Oi Cristiane,
    Se você conseguiu descartar a possibilidade de qualquer outra origem do processo infeccioso e inflamatório e observou conteúdo dentro do coto uterino, imagina-se, sim, que há piometra de coto uterino. Se o procedimento cirúrgico foi realizado de modo a deixar um grande pedaço como coto uterino, é natural que você o observe sempre; mesmo depois de um ano ou mais. O mais importante é atentar ao conteúdo.
    Obrigada por sua visita e comentário!
    Abraços,

    ResponderExcluir
  5. Oi Dra fernanda
    O tratamento de piometra de coto uterino pode ser tratado com antibiotico, não deu conteudo dentro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Welton,

      Existem diversas abordagens para o tratamento da piometra de coto uterino e normalmente elas são complementares. Tudo dependerá de como o médico veterinário responsável pelo acompanhamento clínico do caso atuará baseado nos parâmetros clínicos, laboratoriais e imaginológicos da paciente. Recomendo que procure um veterinário de sua confiança para discutir o melhor tratamento para sua cadelinha/gatinha.

      Abraços,

      Excluir
  6. Olá Dra Fernanda!
    Por favor, me ajude Dra Fernanda!
    Meu nome é Julio e minha cadelinha Belinha foi diagnosticada com piometra de coto.

    Fiz um ultrasson e enviei para vários veterinarios, tive várias explicações, que me deixaram cada vez mais confuso, pois hoje infelizmente existem pessoas mais preocupadas em ganhar dinheiro do que se importar com a vida.

    Enfim, sabendo que eu não poderia esperar muito, escolhi um veterinario e mandei a Belinha pra cirurgia.
    Ela acabou de passar pela cirurgia, e guando o veterinário me ligou, disse que ele deixou os ovários dela, pois não conseguiu encontrá-los, pois ela já fora cadastrada há 4 anos atrás e um dos ovários ficou.

    Mais oque está me preocupando, é que ele disse que a pobresinha perdeu 150ml de sangue na cirurgia, e que deu um remédio parecido com morfina porque ela vai sentir muita dor depois que acordar.Disse que encontrou muita, mais muita aderencia nos orgãos.
    Senti na maneira que ele me falou, que está preocupado com ela vir a óbito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Júlio,

      Obrigada pelo seu interesse no blog e pelo contato. Enviei uma resposta para você via e-mail.

      Abraços,

      Excluir
  7. Olá Dra Fernanda!
    Minha cachorra fez uma cirugia de piometra há 24 dias e agora apresenta um, pequeno, corrimento com sangue. Estou muito preocupada. Pode ser resquícios? É normal?

    Aguardo resposta.

    Atenciosamente,

    Jessica

    ResponderExcluir
  8. Olá Jéssica,

    Obrigada por sua visita e comentário!

    Como a cirurgia de castração de sua cadelinha já tem mais de 20 dias e ela está apresentando corrimento vaginal sanguinolento, recomendo seriamente que volte a procurar um médico veterinário de sua confiança para que ele avalie a necessidade de maiores exames a fim de determinar a origem do sangramento, incluindo uma ultrassonografia abdominal exploratória. Existem diversas explicações para o quadro que ela está apresentando e o mais adequado é consultá-la novamente.

    Aguardo novas notícias!

    Obrigada, abraços,

    ResponderExcluir
  9. Olá Dr. ! minha cachorrinha tem 5 anos , e foi castrada por volta de 3 anos atrás. Por volta de 1 mês, começou a apresentar uma secreção pela vagina, como um corrimento mais sólido de cor amarelada. Levei para o veterinário , na qual ele fez um ultrassonografia, e como diagnóstico deu Cistite ( com conteúdo com gde qtadade de sedimento hiperecóico), entrei com antibiótico, porém depois de 6 dias ainda esta secreção está presente, em menor qtade e de cor mais clara. Na ultrassonografia não apresentou anormalidades em coto uterino. Estou muito preocupada, já não era p/ parar de sair secreção se fosse uma cistite depois de 6 dias de antibiótico? o que eu posso fazer?
    Muito Obg!!!!
    Aguardo resposta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ná,

      Obrigada por compartilhar o caso da sua cadelinha.

      Que bom que ela já passou por um exame de imagem. Como o tratamento instituído não parece ter surtido efeito, recomendo que volte a contatar o médico veterinário responsável pelo caso para que ele reavalie a paciente e decida a melhor conduta no caso dela, que assim como todos, é particular.

      Obrigada e boa sorte!

      Excluir
  10. Olá, Dr. Fernanda de Marchi.
    Minha cachorrinha entrou no cio com 6 meses. Aos 8 meses foi castrada ( ela tinha escorrimento amarelado esbranquiçado e por isso decidi levar logo para fazer a castração). A veterinária durante a cirurgia disse que ela tinha piometra, mas que agora como ela tinha feito a castração já estava bem. Pois bem, 1 mes após alguns cães machos queriam cruzar com ela e ela continuou com o escorrimento. Levei para o veterinário dela e ele disse que era vaginite. Ela tomou antibiótico por 10 dias e usou Vetriderm por 10 dias também. Não melhorou do escorrimento após esses 10 dias e ele mandou que usasse por mais 10 dias pois disse que era resquícios da vaginite. Após isso ela passou um tempo sem escorrimentos.Mas vez ou outra ainda vejo o escorrimento e já vi um cachorrinho montando nela.
    Não sei o que fazer, pois o veterinário insiste em vaginite.
    Hoje ela tem 11 meses. É muito alegre, tem muito apetite.As vezes percebo ela um pouco quente, mas aí ela começa a brincar e penso que não é febre.
    Por favor, preciso de uma orientação!
    Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  11. Ah! Essa semana ela estava dormindo e percebi um fedor...ai fui até ela e ela começou a lamber a vagina. Era um cheiro horrível, nunca tinha sentido. Fiquei irritada por que não consegui ver o que era. Depois ela começou a lamber o local onde estava deitada...percebi que tinha escorrido algo pq ela lambia insistentemente o local que bem fedorento.
    Ela não hábito de lamber. Na verdade é raro vê-la se lambendo ou lambendo algo.
    Por favor, se não quiser responder por aqui, me envia um email para jessicameelu@gmail.com
    Obrigada!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dona Graça/Jéssica,

      Lendo seu caso acho altamente recomendável uma ida ao médico veterinário para uma conversa sincera sobre suas preocupações com a sua cadelinha. Se você puder, leve-a a um local com exame de ultrassonografia disponível, porque pode sim se tratar de um caso de piometra de coto uterino. Pode também ser "apenas" uma vaginite, mas de qualquer maneira é importante o exame de imagem para descartar outras possibilidades, que incluem até uma cistite crônica.

      Me mantenha informada e boa sorte!

      Excluir
  12. Olá dra. Fernanda!
    Havia enviado uma msgm mas deu erro, então vou reescrever.
    Vim trazer notícias de minha cachorrinha.
    Ela fez a ultrassonografia e deu tudo normal.O veterinário passou então exame de urina e deu infeccao urinária. Ela tomou antibitico e depois repetiu os exames...e aí o veterinário disse que ela tava c a urina bem concentrada. Me perguntou se ela bebia água com frequencia. De fato ela não bebe, apesar de deixarmos água 24h por dia ( troco várias vezes ao dia a água)....mas ela bebe muito pouco.
    Passamos a dar água na seringa várias vezes ao dia.
    Ela está bem, super disposta e bem alegre.
    Está apenas com uma queda de pelo violenta...já teve isso uma vez,levei p veterinário mas ele não soube dizer o que era e ficou impressionado com a qt de pelo.Depois parou de cair e os pelos nasceram novamente.
    Agora está com a msm queda de pelo...espero q também pare como da outra vez.
    Obrigada pelo apoio e pelo contato.
    Parabéns pelo blog!!
    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Tentei escrever no mesmo post (Dona Graça),mas deu erro.
      Mas é referente à cachorrinha de Dona Graça, a qual vc recomendou a ultrassonografia
      =)

      Excluir
    3. Que bom que deu tudo certo com ela, Lila Maria!

      Excluir
  13. Dra. Por favor me responda. A Piomeria pode causar queda de pelo em grande quantidade, ocasionando regiões totalmente sem pelosw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sílvia,

      A piometra em si não seria capaz de causar essas alterações, porém seus efeitos colaterais sim, visto que a cadela sente extremo desconforto e dor abdominal, resultando em menor ingestão de comida, já que estamos falando do intenso mal estar causado por cólicas lancinantes e da própria infecção, que pode facilmente tornar-se generalizada. Algumas alterações ovarianas que levam a oscilações hormonais podem predispor à formação de piometra e também causar falhas de pêlo e outros problemas.
      De qualquer maneira, a recomendação em casos de piometra é a cirurgia para remoção do útero doente e dos ovários. Este procedimento cirúrgico é imprescindível e deve ser feito em caráter EMERGENCIAL, já que além da possibilidade de sepse, dependendo da repleção uterina, existe um grande e potencial risco de ruptura uterina, que dentre outras complicações, pode levar o paciente a óbito.

      Obrigada e boa sorte

      Excluir
  14. Minha cachorra fez a cirurgia de piometra faz 4 dias e hoje começo a vazar um liquido meio amarronzado, oq pode ser ? pouco, mas esta vazando, o veterinário dela disse que pode ser resido de sujeira, mas pelo que andei lendo, poderia ser piometra coto, como é a coloração desse liquido ? Como faço para ter certeza oq é ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivian.

      Obrigada pela participação aqui no blog.

      Recomendo que você leve sua cadela ao veterinário que fez a cirurgia de castração e exponha esses fatos. Só ele poderá lhe orientar sobre os procedimentos daqui em diante, pois realmente parece tratar-se de uma infecção.

      Boa sorte!

      Excluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Dta, boa noite. Mina cadelinha apresentou hematúria. Levei ao veterinário, ultrassom feito e além do diagnóstico de cistite
    Há indícios de piometra em estágio muito inicial. O veterinário indicou a cirurgia, mas como é início pudemos marcar para daqui a 3 dias. A minha preocupação é a realização da OSH com um quadro já estabelecido de infecção urinária. Estou dando antibióticos orais e tb foi aplicado o convênia injetável . Tem perigo fazer essa cirurgia com a cistite já estabelecestabelecida e tratada apenas com o mínimo de 4 dias de antibiótico? Obrigada

    ResponderExcluir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lua,

      Obrigada pela participação.

      A princípio não há nenhuma contraindicação para a realização da OSH nessas circunstâncias. A antibioticoterapia já estabelecida vai até ser benéfica neste caso.

      Abraços e boa sorte!

      Excluir
  17. Oii Boa Noite, minha cachorrinha fez uma cirurgia de retirada do útero e ovários. Quanto tempo ela irá sangrar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Você deve consultar o médico veterinário responsável pela cirurgia para que ele lhe ajude detalhando como transcorreu a cirurgia e assim lhe oriente sobre quanto tempo pode ainda haver sangramento.

      Obrigada e boa sorte!

      Excluir
  18. Minha cachorra fez cirurgia de castracao mais ela não fica quieta e está saindo um líquido transparente já faz cinco dias mais só hoje começou a vazar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, você deve levá-la ao veterinário o quanto antes para avaliação clínica e ultrassonográfica. O médico veterinário saberá orientá-la sobre o que fazer.

      Abraços e boa sorte!

      Excluir
  19. Ola dra. Fernanda minha cadela fez uma cirurgia de biometra hj esta completando 6 dias deu pequeno corrimento na vagina e normal ? O que aconselha

    ResponderExcluir
  20. Oi Dra, minha cadela fez cirurgia ha uma semana, na quinta feira ela coneçou a pingar um líquido parecendo sangue só que bem ralinho. Continua comendo, bebendo agua normalmente. Levei ao veterinário que disse que isso era normal que duraria uns 3 dias mas acho que ta aumentando a quantodade. Devo voltar na clíninca?b

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Jujuba, recomendo que volte à clínica onde foi feita a castração e apresente seu caso e suas dúvidas.

      Corrimento vaginal de qualquer ordem sempre deve ser observado com cautela por um profissional experiente.

      Excluir
  21. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  22. Ei Dra. Fernanda!
    tenho uma labrador fêmea que foi castrada há um ano hoje ela tem 02 anos, fui brincar com ela e na lateral da barriga notei uma massa estranha só de um lado, corri para veterinário ele fez uma ultra e disse que era piometria, estou muito assuntada pq nao consegui uma explicação exata, a veterinária que castrou disse que foram tirados todos os ovários, ela em menhum momento apresentou sintomas graves mas apenas uma pequena febre, o hemograma confirmou uma infecção e um pouco de anemia, ela esta no 4 dia no total de 10 dias, de antibiótico que segundo o veterinario pode sumir, ela esta bem, come, bebe aguaa, faz xixi e coco, normalmente mas ainda esta com aquela massa! temo por uma cirurgia, mas vc acha que só o antibiótico é o suficiente? agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Paula,

      A castração, também chamada de OSH (ovariosalpingohisterectomia), envolve a remoção cirúrgica completa de ambos os ovários - esquerdo e direito - e dos cornos e parte do corpo uterino. Isso resulta na esterilização da paciente, inviabilizando sua capacidade de reprodução. Muitas vezes podem acontecer de minúsculos pedacinhos de tecido ovariano terem uma localização anormal ou permanecerem na barriga da paciente, o que faz com que essa cadela ou gata continue ciclando ou entrando no cio, porém mesmo assim sem ser capaz de se reproduzir, pois não tem mais o útero onde gestar filhotes. Outras vezes podem acontecer inflamações e/ou infecções no chamado coto uterino, que é o pedacinho naturalmente deixado do corpo uterino próximo à cérvix (perto da bexiga urinária da mocinha). As inflamações e/ou infecções do coto podem ser resultado de uma reação imune ao fio de sutura utilizado, da presença anterior à castração de infecção uterina (piometra) ou mesmo de más condições de higiene no momento da cirurgia.

      A recomendação varia de acordo com o diagnóstico, que só é feito com a combinação de avaliação clínica, imaginológica (ultrassom e radiografia) e laboratorial (exames de sangue). O veterinário responsável pelo acompanhamento clínico dela vai decidir com base nessas informações qual sera a melhor conduta para o caso, seja ela medicamentosa ou cirúrgica.

      Abraços e boa sorte.

      Excluir
  23. Boa Tarde Doutora, minha cadela SRD fez a OSH faz 06 meses, porém há 04 dias reparei um corrimento amarelado e purulento e de pronto levei-a a uma VET de confiança que de pronto indicou que seria uma piometra de coto e haveria resquícios dos ovários. Faz 01 mês que ela teve um cio. Como logo após a operação (uns 02 meses) ela pegou a Febre do Carrapato ....eu fiquei muito reticente em outra operação tão invasiva em curto espaço de tempo, diga-se de passagem que ela como bem, dorme bem, continua ativa, seus exames de sangue não acusarão nenhuma não conformidade grave.Foi feito ATB. Então diante dos fatos levei-a ao VET que a operou e este diante dos exames de sangue da ultra, da apalpação e demais exames concluiu que era no momento desnecessário a intervenção cirúrgica e somente acrescentou uma limpeza diária da vagina e coto do útero por 07 dias e depois uma reavaliação. Minha pergunta é: não apresentando indícios de inflamação no exame de sangue e com a limpeza tópica.....poderia ser sanada essa possível piometra?

    ResponderExcluir
  24. Boa Tarde Doutora, minha cadela SRD fez a OSH faz 06 meses, porém há 04 dias reparei um corrimento amarelado e purulento e de pronto levei-a a uma VET de confiança que de pronto indicou que seria uma piometra de coto e haveria resquícios dos ovários. Faz 01 mês que ela teve um cio. Como logo após a operação (uns 02 meses) ela pegou a Febre do Carrapato ....eu fiquei muito reticente em outra operação tão invasiva em curto espaço de tempo, diga-se de passagem que ela como bem, dorme bem, continua ativa, seus exames de sangue não acusarão nenhuma não conformidade grave.Foi feito ATB. Então diante dos fatos levei-a ao VET que a operou e este diante dos exames de sangue da ultra, da apalpação e demais exames concluiu que era no momento desnecessário a intervenção cirúrgica e somente acrescentou uma limpeza diária da vagina e coto do útero por 07 dias e depois uma reavaliação. Minha pergunta é: não apresentando indícios de inflamação no exame de sangue e com a limpeza tópica.....poderia ser sanada essa possível piometra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Denis,

      Obrigada pela participação.

      Acho importante seguir o que o médico veterinário responsável pelo caso indicou durante os dias necessários. Só ele conseguirá acompanhar de perto os efeitos do tratamento.

      Abraços e boa sorte,

      Excluir
  25. Ola Dr. gostaria da sua ajuda, começo de julho peguei uma gata da rua, dei vermifugo, e semana passada castrei ela, apos uns 2 dias percebi um pequeno sangramento vaginal, só uma sujeirinha, percebi pois como ela esta de roupinha pos cirurgica ela não se lambe, vi isso no sabado, e levei ela em outro veterinario 24, ele tirou a temperatura apalpou a barriga e disse que aparentemente estava tudo ok e deu uma injeção para parar o sangramento, e que se continuasse deveria voltar la, hj domingo percebi que esta sujinho de sangue novamente, o que pode ser, devo consultar outro veterinario?
    ela esta normal, só esta mais quieta, (antes era superativa de noite)

    obrigada , maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Obrigada por seu comentário e participação nas discussões do blog.

      Primeiramente queria entender se isso começou depois da castração (você fala que ela está no pós-operatório mas não especifica qual foi o procedimento/a cirurgia).

      Segundo, se ela tem suspeita de algo como piometra de coto uterino, recomendo um exame de ultrassonografia abdominal exploratória para verificar. Se não for nada, ao menos você faz um check-up e tira essa pulga de trás da orelha :D

      Excluir
    2. Dr. pós operatorio da castração, sim começou alguns dias apos ser castrada, pelo descaso do anterior levarei em outra clinica, melhor fazer exames a mais do que de menos , obrigada

      Excluir
  26. Bom dia Fernanda!
    Gostaria de pedir uma sugestão, sobre um bom livro de ultrassonografia de cães e gatos.
    O mais completo, se possível.

    Parabéns pelo Blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Flávia! Obrigada!!!

      Meu livro favorito é o do NYLAND, então definitivamente recomendo. Também adoro os da professora Cibele CARVALHO, nossa conterrânea :)

      Bons estudos!

      Excluir
  27. Boa noite Doutora! Minha cadelinha foi castrada com 7 meses, antes do primeiro cio. Tudo ocorreu bem. Agora ela está com 1 ano e 3 meses. Há um mês mais ou menos venho percebendo que ela está como se fosse um inchaço na barriga perto da vagina dos dois lados. Onde antes era bem murchinho. O que pode ser? Obrigada desde já.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi respondido via e-mail, mas reforço aqui a importância de procurar um médico veterinário sempre que você notar o aparecimento de qualquer "caroço" ou alteração do tipo em seu animalzinho.

      Um abraço!

      Excluir
  28. Estou nas mãos de 2 veterinarios que brigam entre si. |Minha cachorrinha está mal. mas pelos comentarios e respostas não vai ser aqui que vou encontrar resposta para meu problema que é sério. Sendo que todas respostas são vagas e manda procurar o veterinário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá sr/sra Anônimo/Anônima,

      Fiquei feliz com sua participação tão incisiva, afinal de contas foi uma oportunidade importante para eu explicar por quê não se deve tentar fazer uma consulta veterinária on-line.

      Começo dizendo que infelizmente nenhum médico veterinário é capaz de falar ou mesmo entender a língua - falada ou latida - dos cães. Somos capazes de ler sinais e sintomas, mas não compreender se o "auau" é exatamente "oi" ou "ai, minha cabeça está doendo". Por isso já temos um desafio grande nas mãos que é consultar uma espécie diferente da nossa.

      Imagina se, além de eu não entender o que ele fala, eu também não posso nem vê-lo? Tocá-lo? Palpá-lo? Senti-lo? Sentir o seu hálito, seu aroma, ver sua pele, seus olhos, sua boca, sua mucosa. Auscultar seu coração, mexer nas suas patinhas, encostar no seu focinho, ouvir sua respiração.

      Uma consulta veterinária vai além daquele momento único que o animal está passando. Ela envolve todos os sentidos. O médico veterinário precisa ao menos ver seu paciente para saber lhe ajudar. E sim, ele precisa consultá-lo mesmo que seja para lhe dizer que ele "não tem nada".

      Se a senhora ou senhor está nas mãos de dois médicos que brigam entre si, creio ser de suma importância e necessidade procurar um outro profissional, se a sua preocupação é mesmo a saúde física e mental de sua cachorrinha.

      Se o seu problema é sério e a cadelinha está mal, a senhora ou o senhor precisa urgentemente consultar um médico veterinário.

      Quando você está se sentindo muito mal e não gosta do seu médico, o que a senhora ou o senhor faz? Senta na frente do computador e procura por respostas prontas na internet? Creio que não. Se há um mínimo de boa intenção consigo mesmo/mesma, a senhora ou o senhor corre para um médico competente e de confiança para pedir auxílio.

      Por isso tudo que eu vou repetir a resposta "vaga", porém cheia de sentido:

      Procure um médico veterinário.

      A internet pode lhe dar uma ideia de alguma coisa, mas é somente quem vê, ouve e sente seu cachorro (e que estudou anos e anos a fio para compreendê-lo da melhor maneira possível) que conseguirá lhe dar um caminho e um tratamento adequado.

      Muito obrigada por sua participação. Tenho certeza de que ela contribui muito para todos os leitores daqui do blog.

      Abraços!

      Excluir