quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Chinchilas: mais uma espécie para o diagnóstico por imagem


Chinchilas ou Chinchillidae lanigera. ou Chinchillidae brevicaudata são mamíferos roedores de porte médio naturais das altas montanhas andinas na América do Sul. Seus hábitos são noturnos, por isso muitos proprietários os julgam preguiçosos e apáticos. Na natureza são considerados animais em sérios riscos de extinção, pois já foram largamente predados por seres humanos em busca de peles viçosas para casacos e outros itens de vestuário. 

Atualmente há no Chile a Reserva Natural de las Chinchillas, criada em 1983 com o objetivo de proteger a espécie e conservar seu habitat natural, já que sua alimentação e moradia dependem diretamente da planta puya-azul ou Puya berteroniana

Como por muitos anos as chinchilas foram criadas em cativeiro afim de ser obter pele de origem controlada, pouco se sabe acerca da sua alimentação completa, expectativa de vida e outros. Acredita-se que sendo criada como animal de estimação, uma chinchila possa viver até vinte anos, o que contribuiria para o diagnóstico de doenças relacionadas à senilidade como as neoplasias.

Referências bibliográficas:

DE LUCENA, Ricardo Barbosa. DOENÇAS DE CHINCHILAS (Chinchilla lanigera). Tese de doutorado Universidade Federal de Santa Maria - RS. 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário